Italian Danika gets ass fucked after masturbating in bathroom little porno

Italiano Danika fica burro fodido depois de se masturbar no banheiro pouco porno Hora extra, começamos a sair na internet e conversar juntos. Ele queria que eu falasse com homens. Francamente, eu não queria no início. Sua insistência e minha empolgação também nos levaram a conversar com homens estrangeiros. Pequenas conversas começaram a se formar. Com o tempo, a dose dessas conversas e o nível de erotismo começaram a aumentar.
Mas essas conversas foram instantâneas, ficaram lá. Não conseguimos encontrar o caminho certo para continuar. Alguns são muito pervertidos, outros apressados, outros arrogantes… queríamos alguém que realmente me valorizasse e com quem pudéssemos partilhar tudo.
Com o tempo, encontrámos a pessoa que procurávamos e começámos a falar com o Msn. Chama-se Mustafa. Ele era um homem casado de 30 anos com um emprego. Ele estava de luto porque não conhecia um casal há anos. Ele realmente queria que fôssemos reais. Abrimos a janela, eu estava de calças de moletom. Ele era muito bonito, muito educado. Não teve pressa e o seu discurso foi muito equilibrado. Conversamos sobre sexo aqui e ali até de manhã.
Falávamos todos os dias. As nossas conversas com Mustafa continuaram, com ou sem a minha mulher. Ele estava realmente interessado em mim. Ele gostava de mim. Estava tudo a correr muito bem. Também estávamos a fazer algumas travessuras. Passamos de mostrar meus seios instantaneamente para acariciar minha boceta sem ser visto na frente da câmera. Ele também nos mostrou sua incrível ferramenta. Ele estava nos observando e nos elogiando enquanto me beijava ou ME acariciava.
Estávamos a contar fantasias e a entusiasmar-nos um ao outro. Eu estava a fazer sexo com a minha mulher quando ela podia fechar a janela e ouvir-nos. As nossas vozes eram tão excitantes para ele. Também sentimos um prazer incrível com isso.
Essas conversas duraram um ano. Mustafa e minha esposa querem se encontrar agora, eu não poderia dizer que isso aconteceria. Conhece uma situação muito difícil. Eu tinha uma namorada oficialmente, que eu vi em todas as oportunidades, tinha sexo virtual… minha esposa também sabia disso. Havia dois homens na minha vida… Ambos estavam realmente tentando me fazer feliz…
O Mustafa respeitou os meus limites. Ele sabia tudo sobre mim agora. Mas o meu tudo … até o que gosto de espirrar … e finalmente, finalmente, disse ao Mustafa que atendesse ao pedido da minha esposa. Estávamos em cidades diferentes. Estávamos muito longe. No dia em que acordámos, vesti-me como de costume. Minha esposa e eu fomos cumprimentá-la, vestindo um suéter, uma saia longa, um véu na cabeça. Nunca falámos.
Mustafa veio de autocarro. Conheci-o quando estava no autocarro. Minha esposa estava em um lugar diferente e eu estava em um lugar diferente. Foi um prazer para nós. Ainda estava a pensar que poderia mudar de ideias na fase final. Ele me viu, mas não me reconheceu. Porque ele nunca me tinha visto coberto. O homem que sabia onde eu estava no meu corpo, não podia reconhecer-me por causa do meu disfarce.
Apertaram a mão da minha mulher. O tempo estava frio. Eles se afastaram de mim e eu estive na plataforma de download por um tempo. Entraram na estação rodoviária. A minha mulher estava a ligar. Ele disse para ires para o carro. Acabei de dizer ok. Fui até ao carro e esperei. Queria que a minha mulher entrasse e fosse à nossa casa o mais depressa possível. Quinze minutos depois, os dois vinham na direcção oposta. Não conseguia pensar em nada.
A minha mulher sentou-se ao volante. Mustafa sentou-se atrás e eu estava na frente. Minha esposa estava sorrindo para mim, eu estava muito nervoso, animado até a morte. A minha mulher pisou no acelerador. Mustafa,
“Você não vai dizer Bem-vindo, Bouquet?”disse. Eu não conseguia nem virar a cabeça de excitação, com minha voz trêmula.
“Bem-vindo” eu disse. Falar consigo e connosco silenciou-o. Eu realmente não sei por que eu disse isso. Viemos para casa. Eu estava na frente, minha esposa e Mustafa estavam atrás de mim. Entramos no apartamento. Eu estava abrindo as portas rapidamente … como se alguém nos visse, nos pegasse, éramos criminosos…
Nosso apartamento era no piso térreo. Entramos. Lá encontramos olhos pela primeira vez. Fomos para o corredor. Ele tirou o casaco e eu comprei-o. Tinha um casaco numa das mãos. estendendo minha mão,
“Bem-vindo Mustafa”, eu disse. Ele parecia fixe. sorrindo
“Bem-vindo, Bouquet…”, disse ele. Nós apenas apertamos as mãos com a minha mão trêmula quando estávamos nos perguntando se deveríamos beijar ou não, na bochecha ou nos lábios. Eu fui e pendurei o casaco dele, não consegui entrar de novo… eu estava esperando na frente da porta com entusiasmo. Finalmente abra a porta
Eu disse: “Vou preparar o jantar.”Na verdade, o jantar estava pronto. A mesa só estaria preparada. Fumei um cigarro na cozinha. Comecei a colocá-lo sobre a mesa na sala de estar.
“Vamos ajudar?”disse minha esposa.
“Vai ficar tudo bem” eu disse. Colocamos a mesa num curto espaço de tempo sem falar. Não falávamos muito enquanto comíamos. Excepto a viagem de Mustafa e o tempo frio. Levantámo-nos do jantar e limpámos a mesa juntos. Mustafa
“Devo ajudar com os pratos?”disse. Olhei para minha esposa hesitante, ainda tinha medo de ficar sozinha com ela…
“Oh, claro, vai ficar tudo bem”, disse minha esposa. Estávamos a lavar a louça com o Mustafa. É claro que o meu estado calmo e inquieto não escapou aos seus olhos sensíveis.
“Bouquet, por favor, relaxa. Teremos uma boa noite. Como um amigo. Se quiseres, posso ir já. Vou esta noite, se quiseres. Posso ficar aqui dois dias, se quiseres. Não estou com vontade de te chatear. Toda a decisão é Mert e sua…”, disse ele.
Fiquei aliviado com as suas palavras. Porque se não quiséssemos, o Mustafa não nos forçaria. Lavámos a louça.
“Você não vai tirar o véu?”disse. Eu percebi quando ele disse isso, o Véu ainda estava na minha cabeça,
“Claro que o tiro, não é o que sempre uso”, disse.
Fomos ao salão. Eram oito horas. Minha esposa me ligou e entramos no quarto. Abraçado
“Minha linda esposa, como você está, como está se sentindo?”disse.
“Eu não sei, como você está?”Eu disse.
“Estou bem”, disse minha esposa
“Então eu também estou bem”, eu disse. Nós rimos. Ele colocou um longo beijo nos meus lábios.
“Eu vejo, você está muito animado, Eu sei. Mas relaxe, faça o que vier à sua mente, querida”, disse ele e voltou para a sala de estar. Eu derramei chá imediatamente.
Entrei no quarto e despi-me completamente. Não vesti nada lá dentro. Eu tinha um vestido de Noite Vermelho de uma peça. Tinha um decote triangular e uma alça de corda. Suas costas também foram cortadas. Juntei meu cabelo comprido no topo com um gancho de cabelo. Eu coloquei minhas meias finas nuas. A bainha do meu vestido estava apenas uma polegada acima dos meus joelhos. Coloquei um batom vermelho brilhante nos meus lábios. Olhei-me ao espelho. Fui muito simpática. A minha mulher estava a ligar
Eu disse: “Eu servi chá, volto em cinco minutos.”Foi chá. Coloquei-o na bandeja, coloquei-o no biscoito. Fui para a sala de estar, ambos ficaram chocados quando entrei. Fui descuidado. Estava a tentar sentir-me confortável. Coloquei a bandeja sobre a mesa. O meu parceiro
“Meu amor, Você está tão bonita”, disse ele. Voltar para Mustafa
“Mustafa, você não gostou?”Eu disse.
“Eu gosto muito, Buket, mas estou sem palavras, não consigo encontrar as palavras para dizer”, disse ela também…
Eu gostava de ser gostado assim por dois homens. Estava tão entusiasmada. As minhas mãos tremiam. Virei-me e servi-lhes chá. Tenho a certeza que estavam ambos a olhar para o meu rabo. Ambos os olhos pareciam sair de suas órbitas enquanto olhavam para meus seios enquanto eu oferecia os chás.
Sentei-me ao lado da minha mulher. Mustafa estava à minha frente. Cruzei as pernas. Mustafa não conseguia tirar os olhos das minhas pernas. Meu marido estava falando sobre o quão bonita, mulher apaixonada e sexy eu sou. Essas conversas da minha esposa me fizeram sentir muito confortável.
Perguntei ao Mustafa sobre a sua relação com a mulher. Ele disse que tinha um belo casamento de fora, mas que sua esposa era muito conservadora sexualmente.
Não conseguia acreditar em mim mesma. O que eu estava falando com o homem da mão e em um vestido sexy em mim, com as pernas cruzadas, ao lado do meu marido na frente dele… Estávamos a falar da vida sexual do homem como se fosse muito normal…
Eu simplesmente não conseguia tirar esses pensamentos da minha cabeça. Não importa o quanto eu tentasse me sentir confortável, minhas mãos e voz tremiam. Estávamos a conversar. Ocasionalmente, quando não havia nada para falar, Mustafa ou minha esposa intervieram e continuamos conversando. O tempo estava passando de alguma forma. Também estávamos a ter conversas sexuais.
O chá acabou. Levantei-me, fui à cozinha e deitei chá novamente. Entrei no quarto. Eu usava minha saia curta com alças azuis. Foi tão curto que pude ver tudo. Eu tinha cuecas azuis e também as usava. Entrei. Ambos disseram com admiração: “Oooo..”Sentei-me timidamente ao lado da minha esposa novamente. Na frente do Mustafa … não cruzei as pernas, mas por Mais que tentasse, não pude impedir que a minha calcinha fosse vista onde estava sentada. Mustafa também notou que eu não estava confortável, eu acho, ele estava tentando não olhar para mim. Estávamos a conversar, agora eu estava a falar mais. Estavam a obrigar-me a falar de propósito.
Fui à cozinha tomar chá. A minha mulher estava atrás de mim. Ele me abraçou na cozinha e beijou meus lábios por um longo tempo.
“Minha querida, você ainda está nervosa. Se está a fazê-lo porque eu quero, vamos dizer ao homem para ir.”Eu não disse nada. A minha mulher foi a Mustafa. Estava a fumar na cozinha. Acendi o segundo cigarro. Mustafa veio desta vez … minhas mãos e pés estavam tremendo por toda parte.
“Como você está, Bouquet?””Olha, se você está se sentindo desconfortável, apenas me diga.”
“Não, eu não estava incomodado Na verdade … eu simplesmente não conseguia me acostumar com a situação. Sinto-me tão estranho. Mas de alguma forma eu disse que nunca queria que fosses embora. Mas não importa o quanto eu tente, com minha esposa, é difícil dizer isso abertamente”, disse.
“Eu entendo você”, disse ele. Nós estávamos de pé, ele se aproximou e pegou minha mão. Ele disse: “Por favor, relaxe querida… Se você quer que eu vá, eu irei imediatamente, mas eu imploro, deixe-me ficar, acredite em mim, você não vai se arrepender.”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

free porno pornos frei porno deutsches porno iphone porno kamera porno student porno blonde porno creampie porno massage porno sleeping porno mom porno sister porno
© 2023 Bei handelt es sich um einen kostenlosen Hostingservice für Pornofilme. Du kannst dir ein verifiziertes Benutzerkonto erstellen, um auf unsere Website Pornofilme in verschiedenen Formaten hochzuladen. Jedes Pornofilm, das du hochlädst, wird in maximal 5 Arbeitstagen bearbeitet. Du kannst außerdem unseren Einbettungscode verwenden, um unsere Pornofilme auf anderen Websites zu teilen. Free Porn